Hepatite A+B

1. As doenças

A Hepatite A é uma doença infecciosa aguda causada por vírus, que produz inflamação e necrose do fígado. Sua transmissão ocorre por via fecal-oral, através da ingestão de água e alimentos contaminados ou diretamente de uma pessoa para outra. Uma pessoa infectada pelo vírus pode ou não desenvolver a doença. A hepatite aguda se manifesta por mal-estar geral, náuseas, falta de apetite e vômitos, além de febre na fase inicial e icterícia (olhos amarelados). A doença é mais comum em países onde a infraestrutura de saneamento básico é inadequada ou inexistente. A infecção confere imunidade permanente à doença.

A Hepatite B é uma doença altamente contagiosa, causada por vírus, que pode provocar graves danos ao fígado, como: cirrose hepática e câncer. A transmissão ocorre por contato direto com secreções orgânicas, como sangue, sêmen e saliva ou por via transplacentária. Os sintomas da hepatite B são iguais aos de um resfriado: cansaço, febre discreta, dores musculares e nas articulações, náuseas, vômitos, perda de apetite, dor abdominal e diarréia. Algumas pessoas desenvolvem icterícia, urina escura e prurido.

 

2. A vacina

Via: intramuscular (braço ou coxa a depender da idade)

Idade: a partir de 1 ano de idade

Esquema: 3 doses (0 – 1 – 6 meses)

Obs.: a segunda dose da vacinação pode ser feita com a Hepatite B isoladamente.

Atenção:  Essa vacina esta indicada para crianças, adolescentes, adultos e/ou idosos. Porem pessoas que completaram o esquema primário desta vacina em uma fase da vida não precisam repetir posteriormente, apenas seguir os reforços. Para mais orientações entre em contato conosco.

3. Contraindicações / Reações adversas / Observações

  • Recomenda-se adiar a vacinação na vigência de doença aguda associada a comprometimento do estado geral, acompanhada ou não por febre.
  • A vacina esta contra indicada em caso de alergia grave a algum componente da vacina.
  • As principais reações adversas apos a vacinação são: dor, febre baixa e mal estar, assim como vermelhidão e edema no local da aplicação. Essas reações não são consideradas graves e não contra indicam posteriores reforços vacinais.
  • Em caso de reações locais recomenda-se aplicação de compressas frias no local e o uso de antitérmico de acordo com a prescrição medica.

Essa vacina esta indicada para crianças, adolescentes, adultos e/ou idosos. Porem pessoas que completaram o esquema primário desta vacina em uma fase da vida não precisam repetir posteriormente, apenas seguir os reforços. Para mais orientações entre em contato conosco.